MUSICA
Quinta-feira, 30 de Abril de 2009
FICO FELIZ...



Semeado por saozinhasimoes às 22:21
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 19 de Abril de 2009
ANJO DA VIDA

 

Duas mulheres, uma anciã e uma jovem viúva, estão sentadas num quarto, na penumbra. Seus vestidos de luto fazem com que dos seus rostos e mãos emane uma pálida claridade. As mãos da jovem seguram o retrato do marido que acaba de perder a vida num acidente. Tinham-no enterrado na manhã daquele dia.

Por muito tempo as duas mulheres ficaram sentadas, sem palavras e sem lágrimas. Finalmente a anciã tira das mãos da neta o retrato do marido e diz com voz baixa:

- Filha, ouve o que quero dizer-te.

A jovem não respondeu, mas a anciã começa a falar:

- Quando Deus me deu o primeiro filho, aconteceu que ele ficou doente e eu, sentada à noite ao seu lado, com uma mão no berço, adormeci. Tive um sonho muito estranho: detrás de uma cortina longa e densa saiu um anjo escuro e aproximou-se do berço, querendo levar o meu filho. Estendi logo as mãos sobre o berço e gritei:

- Não, Morte, não te deixo levar o meu filho!

O anjo sorriu e disse:

- Não me chamo Morte, chamo-me vida! Precisarei levar o teu filho. Ou preferes trocar? Queres este em lugar do bebé? Erguendo ele a cortina, saiu de lá um menino bonito e forte, de pele clara, olhos azuis e cabelos louros em caracóis. Mas a mim era estranho e gritei:

- Não, não o quero! Antes mata-me.

Ninguém pode matar - replicou o anjo - Precisas concordar com a troca! Ou preferes este?

O menino desapareceu e em seu lugar apareceu um jovem.

- Toma este! Vê como ele é belo, seus membros bem proporcionados, corpo e alma com forças vibrantes.

- Não, não! - gritei outra vez.

E o anjo disse:

- Mas este amarás com certeza. - E mostrou-me a imagem de um homem de barba escura, bronzeado pelo sol e pelos ventos.

- Não, – voltei a gritar – nunca o amarei! Vou odiá-lo!

- Mas este aqui – o anjo continuou a argumentar comigo: era um velho de ombros largos e cabelos grisalhos.

- Não, não, não! Jamais trocarei. Vai embora e não toques no meu filhinho!

O anjo sorriu outra vez, dizendo:

- Certamente irás trocar e serás feliz. Vida e morte são uma coisa só. A morte não existe.

Assim dizendo, desapareceu. Acordei trémula, ao lado do berço do meu filho que estava dormindo tranquilamente.

Os anos passaram e eu fui trocando: o bebé pelo menino, o menino pelo jovem, o jovem pelo homem e o homem pelo velho. E fui me lembrando de cada um como o tinha visto no sonho. O grisalho, tu o conheces: é meu filho, teu pai!

A anciã se calou. E a jovem viúva ergueu o retrato do marido, dizendo: - Mas isto aqui não é troca, é roubo!

- Espera – disse a anciã – ainda não terminei. Na noite seguinte o sonho se repetiu. Vi outra vez o menino, o jovem, o homem e o velho e não quis saber nada deles. Mas, depois de me mostrar tudo como na noite anterior, o anjo disse:

- Até aqui era só por brincadeira. Agora precisas aceitar uma troca bem mais difícil: aceita este em troca!

- Mas não vejo ninguém! - Exclamei.

- Não podes vê-lo – replicou o anjo.

- Mas também não ouço ninguém.

- Pois ele não se deixa ouvir – respondeu o anjo.

Eu tacteava ao redor:

- Ninguém está aqui!

E o anjo disse:

- Tampouco podes palpá-lo.

- Então zombas de mim?

- Não. Tu não me entendes. Vou falar de outra maneira.

- Tu me darias os teus olhos em troca do filho?

- Leva-os! - Gritei.

Logo caiu uma escuridão profunda sobre mim, mas ouvia ainda a respiração tranquila do meu filho, como se fosse uma brisa nocturna deliciosa.

- Mas não é ainda suficiente – disse o anjo – Dá-me a tua audição.

- Leva-a! - Ordenei, e peguei o corpinho de meu filho com as duas mãos, beijando-o ternamente .

- Mas ainda não é suficiente – exigiu o anjo novamente.

- Dá-me todos os teus sentidos.

- Leva-os todos! - Gritei, e afundei no nada.

- Onde está o meu filho? Onde?

- Podes crer: ele vive. O que desaparece dos sentidos nem por isso está morto. A morte não existe para aqueles que tem Jesus como seu salvador, Deus criou só a vida. Entendes agora?

A estas palavras do anjo acordei. Muitas vezes tenho meditado sobre o que o anjo disse, e paulatinamente comecei a compreender. Muitas vezes somos servos dos nossos sentidos. Mas Deus como Senhor dos mil sentidos consegue transformar o que amamos, mil vezes. São transformações que não nos permitem ver, nem ouvir, nem apalpar. É por isso que falamos da morte.

Mas a morte não existe quando se tem Jesus como vida.

A vida natural rouba, e dá sem cessar. Se soubermos isto, qualquer sofrimento poderá transformar-se em alegria antecipada.

A anciã calou-se. Depois de algum tempo a jovem viúva repousou a cabeça nas mãos da velha, perguntando:

- Quem te ensinou tudo isso, amada avó?

- A vida, minha filha, a vida...

E a anciã acrescentou:

...e a morte!

 

 



Semeado por saozinhasimoes às 15:22
link do post | Deixe uma semente | favorito

Terça-feira, 14 de Abril de 2009
CRISTO É A VIDA


tags:

Semeado por saozinhasimoes às 23:35
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 12 de Abril de 2009
CRISTO VIVE! ELE RESSUSCITOU

Teu sorriso é suficiente para
trazer a paz.

O perfume das tuas flores é suficiente para iluminar os teus dias.

Teus passos, um de cada vez,
são suficientes para encontrares
o que procuras.

Teu silêncio e teu amor são suficientes para sentires Deus.

Tens tudo ao teu alcance para cresceres contente e sem dor.

Tudo que aperta, tudo que magoa, tudo o que te tira a paz de espírito, não é digno da tua atenção por tempo demasiado.

Vai com a tua simplicidade, com a tua alegria, com a tua confiança, e saberás que para aprender, não precisas sofrer...

Basta viver!

Feliz e Santa Páscoa!

 


tags:

Semeado por saozinhasimoes às 18:51
link do post | Deixe uma semente | favorito

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
PROCURA-SE AMIZADE

 

 

 

Procura-se uma amizade onde haja egoísmo, falsidade, tristeza, desconsideração....para ser replantada;
Porque ninguém, afinal, merece na vida uma coisa tão feia e destruidora assim.
Entretanto, amizades assim ou parecidas existem aos montes neste mundo tão injusto.
Replantada esta amizade, com muito afecto e carinho...
Esta estará pronta para combater a crueldade deste mundo.
No mundo falta afecto no coração de cada indivíduo;
Se cada um deles deixasse uma sementinha chamada "Amor", haveria um mundo muito mais justo e feliz.
Amizade verdadeira é aquela onde se possa cultivar a confiança, o respeito mútuo, o carinho e, acima de tudo, a grande virtude de compreender e nunca querer enganar.
Isto pode não existir, pois nada na vida é perfeito, porém, as pessoas devem se esforçar para conseguirem a plenitude de uma amizade assim.

 



Semeado por saozinhasimoes às 22:35
link do post | Deixe uma semente | favorito

VIDEO
TRADUÇÃO
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


GEOCLOCK

localizar
Sementes já semeadas

Julho 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

contador

Contador Grátis
SEMENTES DA AMIZADE
TRADUÇÃO