Domingo, 9 de Abril de 2006
DOMINGO DE RAMOS

DOMINGO DE RAMOS

Chegando a Jerusalém para celebrar a Páscoa, Jesus pediu aos seus discípulos que lhe trouxessem um jumentinho

Ao entrar na cidade, as pessoas estendiam as suas capas pelo caminho e outras cortavam ramos de árvores e saudavam-no tal como faziam com os reis.

Á passagem de Jesus o povo gritava saudando-O: " Bendito o que vem em nome do Senhor! Hossana nas alturas!".

Entrando na cidade de Jerusalém, que era a cidade mais importante de Israel, muita gente o acompanhou, desde as crianças aos adultos, receberam-NO como a um Rei com palmas e ramos gritando "Hossana" que significa "Viva".

Algumas pessoas perguntavam: Mas quem é este que o povo tanto saúda?

Responderam

- "É o Profeta Jesus ,de Nazaré da Galileia" 

Esta foi a Sua entrada Triunfal.

Algumas destas pessoas que o saudavam, já tinham testemunhado alguns dos milagres de Jesus e escutado as suas parábolas.

Muitos foram os que o seguiram neste momento de triunfo, mas, foram poucos que O acompanharam na Sua Paixão e Morte.

Enquanto isto sucedia, os sacerdotes Judeus, procuravam pretextos para o prender, pois tiveram medo da forma como as pessoas o aclamavam e o amavam cada vez mais.

A história de Israel chega ao seu fim, tal é o sentido deste acontecimento. O sentido desta história, era de anunciar e preparar o Reino de Deus, a vinda do Messias. Hoje é o dia em que tudo se cumpre pois eis que o Rei entra na  sua cidade santa e N´Ele todas as profecias se cumpriram.  

 Ele inaugurou o Seu Reino! Com os ramos nas mãos, nós nos identificamos com o povo de Jerusalém, com o qual saudámos o humilde Rei, cantando Hossana!

Mas qual é o sentido de tudo isto, para nós, hoje?

Nós proclamamos que o Cristo é nosso Rei e Nosso Senhor, mas esquecemos que o Reino de Deus já foi inaugurado no dia do nosso baptismo ao qual prometemos fidelidade.

O Reino inaugurado em Jerusalém é, pois, um Reino Universal, abraçando toda a humanidade e a criação inteira.

Os ramos nas nossas mãos significam, o nosso compromisso de o seguir no caminho do sacrifício e de renunciarmos a nós mesmos... os nossos medos e o nosso egoísmo.

Os ramos proclamam a nossa fé na Vitória final de Jesus Cristo.

Mas o Seu reino ainda está oculto e o mundo o ignora. O mundo vive como se o acontecimento decisivo jamais tivesse ocorrido, como se Deus não tivesse morrido na cruz para nos salvar, e como se N´Ele, o homem não tivesse ressuscitado de entre os mortos. Mas nós cristãos, acreditamos na chegada desse Reino onde Deus será tudo em todos, e onde Cristo aparecerá como o Único Rei

Jesus Cristo não entra mais em Jerusalém; Ele o fêz de uma vez por todas.

Ele espera de nós, um real acolhimento do Reino que Ele nos trouxe... e se nós não estivermos prontos a sermos fiéis a esse juramento que renovamos a cada ano, se de facto não estivermos decididos a fazer do Reino de Deus a base de toda a nossa vida, então as celebrações às quais assistimos é vã, e em vão e sem significado são os ramos que levamos para as nossas casas.

 



Semeado por saozinhasimoes às 21:18
link do post | Deixe uma semente | favorito

Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sementes já semeadas

Julho 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

SEMENTES DA AMIZADE