Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010
A LIÇÃO DA BORBOLETA

 

"Um dia, uma pequena abertura apareceu num casulo e um homem
ficou observando
o esforço da borboleta para fazer com que o seu corpo passasse por
ali e
ganhasse a liberdade. Por um instante, ela parou, parecendo que tinha
perdido
as forças para continuar. Então, o homem decidiu ajudar e, com uma
tesoura,
cortou delicadamente o casulo. A borboleta saiu facilmente. Mas, seu
corpo
era pequeno e tinha as asas amassadas. O homem continuou a observar a
borboleta
porque esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e
ela
saísse voando. Nada disso aconteceu. A borboleta ficou ali
rastejando, como
corpo murcho e as asas encolhidas e nunca foi capaz de voar! O homem,
que
em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendeu que o casulo
apertado
e o esforço eram necessários para a borboleta vencer essa barreira.
Era
o desafio da natureza para mantê-la viva. O seu corpo se fortaleceria
e
ela estaria pronta para voar assim que se libertasse do casulo.
Algumas
vezes, o esforço é tudo o que precisamos na vida. Se Deus nos
permitisse
passar pela vida sem obstáculos, não seríamos como somos hoje. A
força vem
das dificuldades, a sabedoria, dos problemas que temos que resolver.
A prosperidade,
do cérebro e músculos para trabalhar. A coragem vem do perigo para
superar
e, às vezes, nos perguntamos: não recebi nada do que pedi a Deus.
Mas,
na verdade, recebemos tudo o que precisamos. E nem percebemos".

 

 

 



Semeado por saozinhasimoes às 21:47
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 11 de Julho de 2010
LIBERDADE



Semeado por saozinhasimoes às 17:29
link do post | Deixe uma semente | favorito

Quinta-feira, 16 de Julho de 2009
O AMANHECER


Olhe o dia amanhecendo
e vai sentir que, em quase tudo, há anjos tecendo o alvorecer.

Uns são raios de sol
que vêm descendo, para iluminar o que de bom nós temos, para sonhar e fazer.

Outros são canções suaves
que quando em silêncio, ouvimos, em toda a fonte que jorra,
em cada onda que bate,
em cada sopro de vento,
em cada silvado selvagem,
em cada animal que corre,
em cada flor ao nascer.

Eles são fontes de energia e protecção, presentes em seus planos, desejos, vontades,
em tudo o que o amanhecer inspira.

Só que é preciso fechar os olhos para ver, e ouvir o coração dizendo que somos uma gota de água, nesse mar imenso do universo, com o poder infinito de transformar o que é invisível em cores do arco-íris.

Acredite.
Cada manhã dá luz a um novo dia, mas é cada um de nós, que faz nascer a alegria.

 



Semeado por saozinhasimoes às 13:28
link do post | Deixe uma semente | favorito

Sábado, 30 de Maio de 2009
AS BANANAS

Um amigo do viajante resolveu passar algumas semanas num mosteiro do Nepal.
Certa tarde, entrou num dos muitos templos do mosteiro, e encontrou um monge, sorrindo, sentado no altar.

- Por que o senhor sorri? Perguntou ao monge.
- Porque entendo o significado das bananas, disse o monge, abrindo a bolsa que carregava, e tirando uma banana podre de dentro.

- Esta é a vida que passou e não foi aproveitada no momento certo, agora é tarde demais.
Em seguida, tirou da bolsa uma banana ainda verde. Mostrou-a e tornou a guardá-la.

- Esta é a vida que ainda não aconteceu, é preciso esperar o momento certo, disse.

Finalmente, tirou uma banana madura, descascou-a, e dividiu-a com o meu amigo, dizendo:

- Este é o momento presente. Saiba vivê-lo sem medo.

 



Semeado por saozinhasimoes às 01:53
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 17 de Maio de 2009
JARDIM DA VIDA

A vida humana pode ser comparada a uma rosa no jardim do mundo. O bebe é o botão que desabrocha, delicadamente.
 
Na medida em que vai se abrindo, vai descobrindo e se extasiando com o rocio do orvalho na madrugada de luz, o brilho do cristal ao toque do sol nas primeiras horas da manhã, o calor do astro rei na tarde quente.
 
Quanto mais se abre para a vida, mais descobertas realiza. Corajosa, a criança não lê obstáculos nas linhas da vida.
 
Tudo ela tenta, experimenta, apalpa e sente. Confiante, ela estende os braços a quem lhe oferece o colo.
 
Perseverante, ela insiste nas tentativas sem se considerar derrotada pela latinha que não abre, o brinquedo que não roda, o boneco que teima em não ficar de pé.
 
Nenhum obstáculo a detém: uma escadaria que parece não ter fim, uma porta fechada, um portão trancado.
 
Estranhamente, à proporção que cresce, parece se esquecer desse seu lado brilhante.
 
Nos primeiros anos escolares, pode se mostrar fechada às novidades e até apresentar baixo aproveitamento escolar.
 
Mais tarde, já madura, exactamente como o botão totalmente aberto, os bloqueios se fazem maiores. Os percalços são considerados intransponíveis.
 
Enquanto envelhece gradativamente, mais entraves se coloca: minha memória não é boa. Esqueço tudo. Estou ficando velho.
 
Deixa de cogitar de aprender algo novo. Exactamente no período em que, de um modo geral, passa a ter um tanto mais de tempo livre.
 
A aposentadoria chegou, os filhos se casam, as obrigações decrescem em número. Tudo o que se pensa em ter durante os anos da juventude, da madureza, agora se encontra à disposição: mais tempo.
 
No entanto, esse tempo é gasto em ociosidade. E se há algo que realmente faz a pessoa envelhecer é a ociosidade, a inactividade, o não fazer nada.
 
Enquanto a rosa no jardim vai perdendo o viçoso, murchando, e desfolhando, o homem se permite também em desaparecer.
 
Mas tudo pode ser diferente. Nunca é tarde para aprender. Envelhecimento nada tem a ver com perda de memória.
 
A não ser que a pessoa seja portadora de alguma enfermidade, que prejudique as funções mentais, as intelectuais, sempre é tempo de aprender.
 
Absorver sabedoria dos livros, aprender a tocar um instrumento, aprender novos idiomas, etc. Tudo aquilo que não se teve tempo ou possibilidade de fazer antes, eis uma oportunidade maravilhosa.
 
Oscar Niemeyer, conhecido arquitecto brasileiro, quando alguém lhe perguntou certa vez sobre o que acharia da velhice, afirmou: "não vejo problema algum com a minha idade. Nasci em 1907. Desde cedo dediquei-me a ver a poesia que vibra nas curvas das imagens, e não apenas nas linhas rectas e tensas.
 
Prossegui com afinco e dedicação, em busca de meu crescimento e hoje, com mais de 90 anos, posso afirmar que sou uma pessoa feliz.
 
Ajudei as pessoas o quanto pude e aprendi a contemplar a natureza, de modo que todas essas coisas somadas, e muitas outras mais, me trazem a convicção da serenidade."
 
Um conhecido locutor da televisão afirmou recentemente, aos 70 anos de idade: "tenho um projecto ainda a realizar antes de morrer. Esse projecto deverá levar 14 anos para a sua concretização. É um projecto ousado, em que estarei utilizando a minha voz, que hoje se encontra mais encorpada, mais sonora do que jamais o foi. Eu espero que o bom Pai não me leve antes. Eu desejo concluir esse projecto antes de partir."
 
Isto é velhice abençoada. Isto é não murchar, embora o tempo já tenha desenhado seu mapa nas faces de quem ainda sabe sorrir para a vida, a cada amanhecer.
 
Sabia que foi aos 66 anos que Miguel Ângelo concluiu o fresco "O Juízo Final", na capela Sistina, em Roma?
 
E que aos 77 anos o astronauta John Glenn voltou ao espaço, para mais uma viagem?
 
E sabia que envelhecer com dignidade é ter sempre em mente um projecto de vida para o dia que ainda não nasceu?

 



Semeado por saozinhasimoes às 16:47
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 10 de Maio de 2009
ALÉM DO LIMITE

Se somente eu lutar
por um mundo melhor,
um dia eu me cansarei
e, certamente, desanimarei
diante das dificuldades.

Eu sou um ser humano
e tenho também meu limite,
por mais que Deus em mim habite... 

Mas, se eu tiver o teu ombro amigo
caminhares comigo,
com a fé que abre portas
e a tua palavra de encorajamento
nem por um momento
ficarei desanimado.

Eu irei, sim, além do meu limite
e chegarei ao castelo dos sonhos
que em algum lugar sei que existe... 

Eu preciso muito de si
e, certamente,
precisas também de mim.
Vamos unir as nossas forças
para nos tornarmos fortes.

Com o amor sendo um suporte
venceremos muitas barreiras
e até mesmo a morte... 

Não importa o teu passado,
limitações que tenhas
e nem a tua crença também.
Falhas, quem é que não tem?
Eu somente espero
que sejas sincero,
respeite minhas emoções,
ajude nos meus erros,
mas aponte também as soluções... 

Vamos construir um mundo
onde haja mais justiça,
fraternidade,
paz entre as pessoas
e muita solidariedade.
Isso não é uma fantasia
e nem falo com precipitação.

Se cada um fizer um pouco,
em breve seremos uma nação
onde haverá mais coração...

 



Semeado por saozinhasimoes às 16:02
link do post | Deixe uma semente | ver sementeira (1) | favorito

Domingo, 19 de Abril de 2009
ANJO DA VIDA

 

Duas mulheres, uma anciã e uma jovem viúva, estão sentadas num quarto, na penumbra. Seus vestidos de luto fazem com que dos seus rostos e mãos emane uma pálida claridade. As mãos da jovem seguram o retrato do marido que acaba de perder a vida num acidente. Tinham-no enterrado na manhã daquele dia.

Por muito tempo as duas mulheres ficaram sentadas, sem palavras e sem lágrimas. Finalmente a anciã tira das mãos da neta o retrato do marido e diz com voz baixa:

- Filha, ouve o que quero dizer-te.

A jovem não respondeu, mas a anciã começa a falar:

- Quando Deus me deu o primeiro filho, aconteceu que ele ficou doente e eu, sentada à noite ao seu lado, com uma mão no berço, adormeci. Tive um sonho muito estranho: detrás de uma cortina longa e densa saiu um anjo escuro e aproximou-se do berço, querendo levar o meu filho. Estendi logo as mãos sobre o berço e gritei:

- Não, Morte, não te deixo levar o meu filho!

O anjo sorriu e disse:

- Não me chamo Morte, chamo-me vida! Precisarei levar o teu filho. Ou preferes trocar? Queres este em lugar do bebé? Erguendo ele a cortina, saiu de lá um menino bonito e forte, de pele clara, olhos azuis e cabelos louros em caracóis. Mas a mim era estranho e gritei:

- Não, não o quero! Antes mata-me.

Ninguém pode matar - replicou o anjo - Precisas concordar com a troca! Ou preferes este?

O menino desapareceu e em seu lugar apareceu um jovem.

- Toma este! Vê como ele é belo, seus membros bem proporcionados, corpo e alma com forças vibrantes.

- Não, não! - gritei outra vez.

E o anjo disse:

- Mas este amarás com certeza. - E mostrou-me a imagem de um homem de barba escura, bronzeado pelo sol e pelos ventos.

- Não, – voltei a gritar – nunca o amarei! Vou odiá-lo!

- Mas este aqui – o anjo continuou a argumentar comigo: era um velho de ombros largos e cabelos grisalhos.

- Não, não, não! Jamais trocarei. Vai embora e não toques no meu filhinho!

O anjo sorriu outra vez, dizendo:

- Certamente irás trocar e serás feliz. Vida e morte são uma coisa só. A morte não existe.

Assim dizendo, desapareceu. Acordei trémula, ao lado do berço do meu filho que estava dormindo tranquilamente.

Os anos passaram e eu fui trocando: o bebé pelo menino, o menino pelo jovem, o jovem pelo homem e o homem pelo velho. E fui me lembrando de cada um como o tinha visto no sonho. O grisalho, tu o conheces: é meu filho, teu pai!

A anciã se calou. E a jovem viúva ergueu o retrato do marido, dizendo: - Mas isto aqui não é troca, é roubo!

- Espera – disse a anciã – ainda não terminei. Na noite seguinte o sonho se repetiu. Vi outra vez o menino, o jovem, o homem e o velho e não quis saber nada deles. Mas, depois de me mostrar tudo como na noite anterior, o anjo disse:

- Até aqui era só por brincadeira. Agora precisas aceitar uma troca bem mais difícil: aceita este em troca!

- Mas não vejo ninguém! - Exclamei.

- Não podes vê-lo – replicou o anjo.

- Mas também não ouço ninguém.

- Pois ele não se deixa ouvir – respondeu o anjo.

Eu tacteava ao redor:

- Ninguém está aqui!

E o anjo disse:

- Tampouco podes palpá-lo.

- Então zombas de mim?

- Não. Tu não me entendes. Vou falar de outra maneira.

- Tu me darias os teus olhos em troca do filho?

- Leva-os! - Gritei.

Logo caiu uma escuridão profunda sobre mim, mas ouvia ainda a respiração tranquila do meu filho, como se fosse uma brisa nocturna deliciosa.

- Mas não é ainda suficiente – disse o anjo – Dá-me a tua audição.

- Leva-a! - Ordenei, e peguei o corpinho de meu filho com as duas mãos, beijando-o ternamente .

- Mas ainda não é suficiente – exigiu o anjo novamente.

- Dá-me todos os teus sentidos.

- Leva-os todos! - Gritei, e afundei no nada.

- Onde está o meu filho? Onde?

- Podes crer: ele vive. O que desaparece dos sentidos nem por isso está morto. A morte não existe para aqueles que tem Jesus como seu salvador, Deus criou só a vida. Entendes agora?

A estas palavras do anjo acordei. Muitas vezes tenho meditado sobre o que o anjo disse, e paulatinamente comecei a compreender. Muitas vezes somos servos dos nossos sentidos. Mas Deus como Senhor dos mil sentidos consegue transformar o que amamos, mil vezes. São transformações que não nos permitem ver, nem ouvir, nem apalpar. É por isso que falamos da morte.

Mas a morte não existe quando se tem Jesus como vida.

A vida natural rouba, e dá sem cessar. Se soubermos isto, qualquer sofrimento poderá transformar-se em alegria antecipada.

A anciã calou-se. Depois de algum tempo a jovem viúva repousou a cabeça nas mãos da velha, perguntando:

- Quem te ensinou tudo isso, amada avó?

- A vida, minha filha, a vida...

E a anciã acrescentou:

...e a morte!

 

 



Semeado por saozinhasimoes às 15:22
link do post | Deixe uma semente | favorito

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
PROCURA-SE AMIZADE

 

 

 

Procura-se uma amizade onde haja egoísmo, falsidade, tristeza, desconsideração....para ser replantada;
Porque ninguém, afinal, merece na vida uma coisa tão feia e destruidora assim.
Entretanto, amizades assim ou parecidas existem aos montes neste mundo tão injusto.
Replantada esta amizade, com muito afecto e carinho...
Esta estará pronta para combater a crueldade deste mundo.
No mundo falta afecto no coração de cada indivíduo;
Se cada um deles deixasse uma sementinha chamada "Amor", haveria um mundo muito mais justo e feliz.
Amizade verdadeira é aquela onde se possa cultivar a confiança, o respeito mútuo, o carinho e, acima de tudo, a grande virtude de compreender e nunca querer enganar.
Isto pode não existir, pois nada na vida é perfeito, porém, as pessoas devem se esforçar para conseguirem a plenitude de uma amizade assim.

 



Semeado por saozinhasimoes às 22:35
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 22 de Março de 2009
A PRIMAVERA

Primavera é quando, num pedacinho da Terra, as flores se abrem,
o sol fica mais forte e a vida fica mais alegre.
Quando, num canto da Terra, se faz primavera, nos outros cantos se faz verão, inverno e Outono.
Das quatro estações, a primavera é a mais bonita, porque dá novas cores à terra, perfuma o ar e contagia os corações sensíveis com sua alegria.
A primavera é uma boa época para renovar o espírito, assim como as flores se renovam.
E de colher os frutos e semear a terra.
Semear a terra sempre, pois isso significa mantê-la sempre fértil.
E de terra fértil, sempre brota a vida.
Bom seria se a primavera acontecesse o tempo todo, em todos os corações
humanos... florescendo, enfim, na forma de actos, palavras e
pensamentos, sempre positivos...
Se cada ser vivente, fosse como uma flor, bela, pura e
cheirosa, toda a Terra viveria uma eterna primavera...
Depende de cada um, fazer do próprio coração, a terra...
semeá-lo e cuidá-lo, para cultivar o espírito da primavera, todo o tempo...
em qualquer estação...

 



Semeado por saozinhasimoes às 17:33
link do post | Deixe uma semente | favorito

Quinta-feira, 19 de Março de 2009
FELIZ DIA DO PAI



Semeado por saozinhasimoes às 02:14
link do post | Deixe uma semente | favorito

VIDEO
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sementes já semeadas

Julho 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

SEMENTES DA AMIZADE