Domingo, 25 de Dezembro de 2011
FELIZ NATAL



Semeado por saozinhasimoes às 14:13
link do post | Deixe uma semente | favorito

Terça-feira, 26 de Outubro de 2010
A HUMILDADE...



Semeado por saozinhasimoes às 16:48
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 15 de Agosto de 2010
PENSAMENTOS


Semeado por saozinhasimoes às 13:20
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 11 de Julho de 2010
LIBERDADE



Semeado por saozinhasimoes às 17:29
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 6 de Junho de 2010
INFERIORIDADE

 

 

 


Certo dia, um samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um mestre zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior. Ele então disse ao mestre:

-Porque me sinto inferior? Apenas um momento atrás tudo estava bem. Quando entrei aqui, subitamente me senti inferior e jamais me senti assim antes.

O mestre falou:
-Espera, quando todos tiverem partido, responderei.

Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:

-Agora podes me responder porque me sinto inferior?

O mestre levou-o para fora, e disse ao samurai:
-Olha para estas duas árvores: a árvore alta e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca houve problema algum. A árvore menor jamais disse à árvore menor:"Porque me sinto inferior diante de ti?

O samurai, argumentou:
-Isso se dá porque elas não podem se comparar.

O mestre replicou
-Então, não precisa me perguntar. Sabes a resposta. Quando não comparas, toda a inferioridade e superioridade desaparecem. Tu és o que és e simplesmente existes. Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore; não importa, és tu mesmo.

Uma folhinha na relva é tão importante quanto a maior das estrelas. Ninguém é mais alto ou mais baixo, ninguém é superior ou inferior. Cada um é incomparavelmente único.

És necessário e basta. Na natureza, tamanho não é diferença. Tudo é expressão igual de vida.

 

 



Semeado por saozinhasimoes às 16:52
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 31 de Janeiro de 2010
GOTAS DE SABEDORIA

Adeus: É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica.

Amigo: É alguém que fica para ajudar, quando todos se afastam.

Amor ao próximo: É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos.

Caridade: É quando estamos com fome, só temos uma bolacha e repartimos.

Carinho: É quando não encontramos nenhuma palavra para expressar o que sentimos e falamos com as mãos, colocando o afago em cada dedo.

Ciúme: É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.

Cordialidade: É quando amamos muito uma pessoa e tratamos todos os outros da mesma maneira.

Doutrinação: É quando conversamos com Deus, colocando o coração em cada palavra.

Entendimento: É quando um velhinho caminha devagar á nossa frente e estando apressados não reclamamos.

Evangelho: É o  Livro Sagrado que só se lê bem com o coração.

Filhos: É quando Deus entrega uma jóia na nossa mão e recomenda cuidá-la.

Fome: É quando o estômago manda um pedido para a boca e ela silencia.

Inimizade: É quando empurramos a linha do afecto para bem distante.

Inveja: É quando ainda não descobrimos que podemos ser mais e melhor do que o outro.

Lágrima: É quando o coração pede aos olhos que falem por ele.

Lealdade:
É quando preferimos morrer, que trair a quem amamos.

Mágoa: É um espinho que colocamos no coração e nos esquecemos de retirar.

Maldade: É quando arrancamos as asas do anjo que deveríamos ser.

Netos: É quando Deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.

Ódio: É quando plantamos trigo o ano todo e estando os grãos maduros, queimamos tudo num só dia.

Orgulho: É quando somos apenas uma formiga e queremos convencer os outros de que somos um elefante.

Paz: É o prémio de quem cumpre honestamente o dever.

Perdão: É uma alegria que sentimos e que pensávamos que jamais a teria.

Perfume: É quando mesmo de olhos fechados reconhecemos quem nos faz feliz.

Pessimismo: É quando perdemos a capacidade de ver em cores.

Preguiça: É quando entra vírus na coragem e ela adoece.

Raiva: É quando colocamos uma muralha no caminho da paz.

Saudade: É estando longe, sentir vontade de voar, e estando perto, querer parar o tempo.


Simplicidade: É o comportamento de quem começa a ser sábio.

Sinceridade: É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.

Solidão: É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto.

Supérfluo: É quando a nossa sede precisa de um gole de água e pedimos um rio inteiro.

Ternura: É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas.

Vaidade: É quando abdicamos da nossa essência por outra, geralmente pior.

 



Semeado por saozinhasimoes às 22:55
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 8 de Novembro de 2009
SORRIA

Cada manhã é um novo dia, onde
tudo começa,
comece o dia sorrindo!
E o dia com certeza será melhor...

Não sorria apenas
mas também faça as pessoas do seu
lado sorrir,
e mantenha este bom humor o dia
todo...
Se todos tivessem um bom humor, o
mundo seria muito melhor,
Se gostaria de ver o mundo
muito melhor,
faça a sua parte.
Se o bom humor reinasse no mundo
não haveria, guerras,
fome, tristeza ou mágoas.
Sorria, pois um acto tão simples,
eleva inconscientemente todo o seu
ser e o deixa mais feliz!

 



Semeado por saozinhasimoes às 23:45
link do post | Deixe uma semente | favorito

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009
HOMENS GRANDES

 

 

O homem grande
É silencioso e bom:
Socorre a todos
Sem precipitação,
Adora o que é sagrado
Mas sem fanatismos,
Carrega fardos pesados
Com leveza e sem gemido,
Rasga caminhos novos
Mas sem esmagar ninguém,
Abre largos espaços
Sem arrombar portas,
Entra no coração humano
Sem se saber como…
É assim que age o homem
Verdadeiramente grande
Porque é instrumento nas mãos de Deus,
Desse Deus de infinito poder
E supremo Amor.
Desse Deus cuja força
Governa a imensidão do cosmos
E cuja paciência
Tolera as fraquezas do homem.
 


Semeado por saozinhasimoes às 23:53
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 11 de Outubro de 2009
VIVA A PAZ

 

 

 
Era uma vez uma pequena cidade chamada Fraterna. Lá vivia o garoto Teo. Certa manhã, Teo despertou cedinho gritando para toda a gente  ouvir, que havia tido um sonho e que descobrira qual a solução para os problemas dos homens. Dizia ele que os problemas existiam porque os homens eram nervosos e assim não conseguiam resolver as questões mais comuns. A solução de todos os conflitos dependeria da calma dos homens.


E para que os homens tivessem calma, a fórmula era bem simples. E com Teo ela sempre funcionava.


Era assim: sempre que se exaltava um pouco ou ficava nervoso e irritado, olhava para o céu e fitava todo aquele azul (azul claro, é claro!) e logo a sua paz voltava.


Daquela manhã em diante procurou convencer todos de que, se tudo fosse pintado de azul (azul claro, é claro!), os homens não mais brigariam, pois estariam sempre tranquilos.


E para implantar a sua ideia por toda a terra habitada, resolveu escrever uma carta para cada chefe das nações mais "importantes".


Pensava Teo que se eles aceitassem seu plano de pintar tudo de azul ( azul claro, é claro!), todos os outros
países iriam seguir o exemplo.
E a Paz no mundo certamente voltará!·
E enviou as cartas.

Esperou por uma resposta às suas cartas... e nada. Pensou então em escrever ao Presidente do seu país. Escreveu, portanto, uma nova a carta, recomendando que fosse feita uma lei, determinando que tudo no seu país fosse pintado de azul( azul claro, é claro!).

Nosso país será exemplo para os países mais "importantes" do mundo e eles serão exemplo para todo o mundo.


A Paz reinará na Terra afinal.

Teo esperou, esperou e... nada de resposta à sua carta. Pensou então que o estado onde vivia, poderia servir de exemplo ao país e escreveu então uma carta ao Governador com a sua fórmula de Paz. Teo esperou, esperou, esperou e... nada de resposta à sua carta.


Pensou ainda: talvez seja mais fácil convencer o Presidente da nossa cidade.


E escreveu assim uma última carta recomendando que tudo fosse pintado de azul (azul claro, é claro!)


Teo esperou, esperou, esperou e ... nada de resposta à sua carta. Desanimado por ninguém dar atenção a um assunto tão importante como a Paz no mundo, Teo sentou-se à sombra de uma frondosa árvore defronte da sua casa, abaixou a cabeça e começou a chorar.


Chorou tanto que adormeceu ali.


Quando acordou, Teo olhou para sua casa do outro lado da rua. Que surpresa! Por incrível que pareça, só agora percebera, que ela era amarela! E já bem desbotada.


Levantou-se num pulo e gritou: "Isto depende de mim, de mais ninguém! Ela vai ser azul (azul claro, é claro!)


E Teo pintou e pintou. Dentro de pouco tempo a casinha já não era a mesma, parecia outra.


Estava renovada, linda. Estava toda Azul.


Teo havia feito aquilo que dizia para os outros fazerem.


Ele estava feliz consigo mesmo.


Tinha dado início ao plano de tornar o mundo todo azul (azul claro, é claro). Sem que ninguém desse conta e sem que Teo percebesse, ele estava interferindo de uma forma muito positiva no mundo todo.


Sim, pois todos que por ali passavam paravam, olhavam e se admiravam com a beleza da casa. E se passassem sisudos, irritados, dali partiam sorrindo. E muitas e muitas pessoas gostaram tanto daquela cor, que também pintaram suas casas.


Teo percebeu, afinal, que o mundo seria melhor se cada um fizesse tudo o que estivesse ao seu alcance fazer para viver em Paz, sem nenhuma imposição, lei ou ordem de governos.


Se todos dessem a sua contribuição, espalhasse o seu azul, tudo ficaria em Paz. Sua ideia, sem demora, pelo mundo se espalhou e se tornou tão real, que quando os astronautas vão para a lua, e de lá olham para Terra, atestam que o que se vê é uma linda esfera azul (azul claro, é claro!).

Azul da cor do céu.

Azul da cor da Paz.

Um azul, azul.

Azul claro, é claro!

Se também sonha com um mundo melhor, onde as pessoas vivam em harmonia, onde o equilíbrio não seja só uma palavra, mas uma acção, então faça a sua parte. Leve a Paz  dentro de si, onde quer que vá.

E que todos os seus dias sejam de Paz.

 



Semeado por saozinhasimoes às 17:57
link do post | Deixe uma semente | favorito

Domingo, 4 de Outubro de 2009
PARA UM AMIGO MUITO ESPECIAL

Ah! Como é linda a amizade
Principal fruto da felicidade
Nasce como uma criança
Cheia de pureza e firmeza
E juntos entramos nessa dança
Consequência simples da natureza

E assim dançamos até a eternidade
Entre a alegria e a saudade
E, de repente, sem querer, a vida lança
Momentos de dor e de tristeza
E ficamos somente na esperança
Longe do encanto e da beleza

Por isso, escolha bem o seu caminho
A vida muda a cada momento
Nunca, jamais caminhes sozinho
Na dúvida mantêm-te atento
Pois em face de tanto perigo
Não quero perder-te, meu amigo!

 



Semeado por saozinhasimoes às 23:44
link do post | Deixe uma semente | favorito

VIDEO
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sementes já semeadas

Julho 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

SEMENTES DA AMIZADE